segunda-feira, 1 de março de 2010

Agora tragam-me o horizonte

Acompanho a carreira de Johnny Depp desde que que ele era mais imberbe, desde os Anjos da Lei da tv. Depois vim tentando assistir tudo o que ele faz porque o considero, além de couza mais foufa, um sensibilíssimo, ultracompetente ator. Tanto faz eu dizer, todo mundo sabe que ele é tudo isso.


Depp, além de toda lata véia que tem pra vender, pertence aquele invejável e restrito círculo de pessoas que ficam mais bonitas com a idade. Ele hoje tem 48 anos (graças a Deus) e parece ter 30 e poucos com aquela cara de moleque, aquele jeitão pirado que ele passa às suas personagens.

Sempre achei que no cinema a coisa mais importante depois do ator é o cara que escreve o filme, não entendo do resto. Mas no caso de Depp eu nem considero isso, acho que assistiria qualquer coisa que ele resolvesse fazer, qualquer. Confio que, por pior que fosse o roteiro, eu ainda passaria duas belas horas apreciando a graciosa figura do mancebo. Pensando nisso me ocorre que ele criou também um amável Ed Wood, conturbado diretor de coisas como Plan 9 From Outer Space, considerado o pior filme da história.

Johnny não é o tipo bombado, coxudo, peitudo, não faz o gênero peru de Natal. Au contraire, é miúdo, pelado, se veste num estilo que passeia entre o pós-hippie e o grunge, sei lá o que, faz o estilo Johnny Depp, ele é o estilo. Você olha pra ele e pensa: só você fica bem nessas tralhas que usa, mas muito bem.

Com seu tipo natural e desencanado [por preguiça ou por consciência de que é gostoso assim] ele é hoje o sonho de zilhões de mulheres mundo afora. Eu fico de cara quando entro nos fórums e vejo a meninada 6teen se derretendo pra esse senhor de 48 anos. Elas vão à loucura, dizem coisas assombrosas sobre o quão felizes seriam em face de um intercurso carnal com esse cidadão, em outras palavras.

Penso que essa persona que ele desenvolveu se acentuou ainda mais na pele do Captain Jack Sparrow, [calcada num rock star decadente de sexualidadae ambígua, conforme ele próprio define] é o que mais enlouquece as mulheres e vem corroborar a minha antiquíssima tese de que sexo é feito mais de humor e sonho do que de físico.

Claro, não vou chegar ao extremo de dizer que um Gerard Butler playing um dos 300 de calças curtas nas Termópilas não seja capaz de reativar hormônios adormecidos but, com tantas e tantas horas de bombação, não chega a ofuscar o desejo que um magrela maluco feito Jack Sparrow desperta na moçada.

Por quê? Repito: porque sexo sem sonho pode ser muito bom, mas jamais vai ser tão bom quanto sexo com sonho, e Johnny faz sonhar. Plus: o humor. Um homem sem humor é quase um eunuco, melhor que o fosse. Assim sendo acho que com Jack Sparrow, o cara cuja bússola não aponta pro norte e sim pro desejo da pessoa, Depp atingiu a fórmula perfeita.

Em Piratas do Caribe o roteiro é muito bom e as falas são um espetáculo à parte. Nem sei dizer quantos sites existem apenas com as melhores tiradas de Jack Sparrow. E elas são realmente witty, sensacionais. Isso e o bordão "savvy?" [vindo diretamente do nosso sabe, entende?] que virou mantra na boca da meninada. Pessoalmente, eu teria orgasmos intelectuais [também] múltiplos diários, se convivesse com um tipo assim, gato, pilhado e comédia.

Mas se tudo isso não fosse o suficiente pra me fazer tiete 4ever de Jack Sparrow, tem ainda o lance do cachorro. Eu detesto cachorro. Sei, sei, muitos acham que eu mereço a fogueira dos hereges mas, fuck it, eu detesto cachorro e me garanto. E até nisso o Jack me ganhou. Na cena em que ele fala pro pulguento Prison Dog:

COME ON, YOU FILTHY, SLIMY, MANGY CUR!

"Vem cachorrinho, agora somos só eu e você, você e o Velho Jack. Vem garotão, vem pegar o osso, isso garoto, isso vem, vem, vem seu viralata imundo, sarnento". Rolei! Não podia ser melhor.

Por essa e por outras, muitas e muitas outras, gotta love the Sparrow. Savvy?

4 comentários:

  1. oi san, que maravilha, gostei bastante, abraços.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que massa, especialmente vindo de alguém que eu admiro esse tanto, obrigada! Abraço também.

    ResponderExcluir
  3. Margot, Miss Suéter10 de março de 2010 23:10

    Mas é um fofo esse bucaneiro, olha só! Não posso passar por aqui sem pensar isso *ai*

    ResponderExcluir
  4. Hey, esse bucaneiro já está com a tripulação completa e eu sou o seu imediato, his first mate ;)

    ResponderExcluir

O que você acha?