quarta-feira, 17 de março de 2010

Pinguim esquiador de Ciro Ropke, à luz de Lacan: o grande Outro que antecede o sujeito?

Primeiro eu imaginei que poderia apelar para Lacan na tentativa de explicar essa composição. Vejamos: um pinguim de geladeira, não apenas retrô mas um pinguim esquiador, vestido no melhor estilo francês à la Loopy Le Beau, com direito a boina e echarpe de laçarote no pescoço. Símbolo mais real do que aquilo que simboliza: o bico dourado do bicho. Como não bastasse essa estética kitsch e o apelo intrínseco de cada detalhe, o Doutor houve por bem fazer a bizarra criatura segurar duas campânulas roxas -murchas- uma em cada mão. E ainda teve o Doutor a verve de me fazer a seguinte observação:

Veja lá, em!!!
Estão aí floridas estas temáticas,
mas apenas para composição foto-artística,
não abichornada/gay, viuuuuuuuuuu???

Moral: acredito que não tem Lacan que explique isso. Pensei em buscar a opinião mais pragmática de uma psicóloga conhecida mas, sidei mal: a mais vanguardista trend agora entre os psicólogos é largar os problemas para Santa Clara. Obviamente acendendo aquela velinha de praxe e fazendo o pedido: ai, minha Santa Clara, valei-me nessa hora de loucura, quando me atiro de cabeça, tronco e membros (principalmente) no abismo da incerteza!

Assim sendo, deixo a análise para cada um de vocês, opinem à vontade. Mas, alto lá, seguindo a observação do Doutor: gaúcho quando usa florzinha não é por abichornação e sim por amor à arte ;)

Atualização: as campânulas NÃO ESTÃO MURCHAS, estão em repouso, retraídas (assim como quando a água está fria e alguns elementos nela mergulhados se retraem). Como diz o Sol, aqui estou eu de novo misplicando.

6 comentários:

  1. A Fã...(convicta)18 de março de 2010 02:26

    Não seja assim Nervosa, eu adorei o pinguim Fred Astaire do Dr., olhe bem pra ele, parece que vai sair dançando, só faltou uma bengalinha. E as campânulas não estão murchas, elas fecham a noite e reabrem de manhã, fica olhando que logo amanhece...rsrsrs!Dr.o Astaire(zinho)está um mimo,beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Ai, Fã Convicta de Carteirinha, você nã tem jeito mesmo.... haha, beijos também!!!

    ResponderExcluir
  3. Bem observado pela fã que as campânulas não estão murchas, apenas fechadas.
    E LACAN não explica bem meu interior, precisarias adentrar o mundo arquetípico do YUNG, do seu interpretar dos sonhos e fantasias, para bem me compreenderes. E aí o caminho é longo-profundo!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Jizuiz, Doutor! É muita areia, tô fora. Segue daí, Fã, tu que te ligas num Junguito, ahá.

    ResponderExcluir
  5. Viste isso???Até o Junguito,diria que é um areal completo...Agora já sei onde é o final do arco-íris e é prá lá que eu vou...rss

    ResponderExcluir
  6. Vai fundo, sem parar, devagar e urgentemente, zifia.... hahahah

    ResponderExcluir

O que você acha?