terça-feira, 30 de março de 2010

Para Doutor Ciro, no 65º bday de Eric Clapton

Escolhi esta foto do nosso sexygenário rock'n'rolla pois, lately, eu ando às voltas com um pessoal que naquela época se parecia muito com isso. Soube ontem de um que até hippie de verdade foi por um tempo (wow, that must have been something!).

E no vídeo uma fave arrombadora.
Se o Nêgo Pessôa passar por aqui hoje vai pedir seus sais.
Louie: put the sound loudissimo!

If your day is gone
And you wanna ride on
Cocaine
Don't forget this fact
You can't get it back
Cocaine 


E eu aqui suando bicas, rocking like crazy, danza, danza, sin parar

15 comentários:

  1. Karma san:

    Como claptonmaníaco desde sempre, agradeço a lembrança. Too young to rock'n'roll, too young to die. Itszonliroquenrou, balalaiquit!

    Soruda san

    ResponderExcluir
  2. Roquenrou iz never onli, itszol roquenerou, mailóvi!

    Claptonmaniacs 4ever, ouraite?

    ResponderExcluir
  3. Depois comento, estou apressadíssimo, a repartir os meus sais com o amigo Nêgo Pessôa...

    ResponderExcluir
  4. Tive que voltar para pegar, além dos sais, Les Six Suites pour Violoncelle de J.S.B. com LLuis Claret.

    ResponderExcluir
  5. Amo o cello, such a heavenly sound.

    Mas sabe, M. Dico, há lugar para muita coisa nas minhas fantasias sonoras também. Assim posso sair de um concerto com Lluis Claret trocando, pelo caminho, o vestido elegante por um par de jeans surradíssimos, e juntar-me aos claptonmaniacs, a curtir loucamente uma Strato, let's say. Todo som encontra lugar dentro de mim, se executado com maestria.

    That's the key to my heart, I'd whisper: mastery.

    ResponderExcluir
  6. Bah, obrigadão por esta lembrança-homenagem.
    Este é o "cara" que ilumina sonoramente com suas guitarras a vida de milhares, quiçá milhões, de pessoas. Vai bem do velho-bom blues até o seu derivado rock - tanto em forma soft, como hard.
    E, sim, podemos ser ecléticos aí como você, San. Só não me convide para "concerto" sertanejo!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Sertanejo, mesmo, tipo Pena Branca e Xavantinho, altamente curtível.

    A desgraça, o cancro sonoro que não dá pra ouvir nem por penitência, é o breganejo, essas duplas de almas penadas que desgraçadamente dá aos montes por aí, essa nojeira.

    Estes, mais o funk carioca, o axé e o pagode, podem ir direto para o quinto dos infernos, ou sexto, sétimo, sei lá, o mais longe possível.

    ResponderExcluir
  8. Valeu San, que coisinha mais tchutchuquinha (muito mais que teu govs...)ele é lindoooooo,adoro, com Strato ou sem...rss bjsss

    ResponderExcluir
  9. Well, sem a Strato, whatever, ele ficaria de mãos desocupadas... não entendi seu ponto, haha ;)

    ResponderExcluir
  10. meu ponto???é o G...de "Guitar man"...rssrr...

    ResponderExcluir
  11. Well done, well done. Guitar man admite váaarias interpretações ;)

    ResponderExcluir
  12. he,he,he,he,he,he,he......
    Ponto G, de guitar man, foi boaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olha aí, Fã, ponto pra ti ;)

    ResponderExcluir

O que você acha?