segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Senza Fine, que dedico ao um certo calabrês très raffiné, olha se pode

 
Dada a avassaladora onda de nostalgia que assola os frequentadores deste blog, e dada a retro trip do nosso querido Gerson Guelmann, o Rei da Sfiha, ao mundo da música italiana inclusive, trago-vos esta encantadora valsinha, lindamente escrita por Gino Paoli nos idos de 60, em seguida gravada por todos os cantores do mundo e usada em dezenas de cenas cinematográficas. Nesse vídeo a deliciosa interpretação do grupo Preto por Acaso, irmãos italianos de Salerno, que cantam a capella no melhor estilo jazzistico, adivinha se a San curte...

Trivia: o nome do grupo não tem implicações politicamente phudelantes. É que estando um dos cantores todo vestido de preto e sendo-lhe perguntado o motivo ele respondeu "Motivo nenhum, vesti tudo preto por acaso" e assim ficou o nome do grupo. Neri per Caso. Capisce? Vamos curtir, é uma delícia. GG, prepare-se para decolar rumo ao passado, haha. Reparem num trecho musical que lembra Valsa de Uma Cidade, do tempo em que o Rio podia sonhar e ser sonhado. Segue tradu:

Sem fim
você arrasta a nossa vida
sem um instante de pausa
para sonhar para poder lembrar
tudo aquilo que vivemos
Sem fim
você é um instante sem fim
sem ontem, sem amanhã
tudo é agora, em tuas mãos
mãos grandes, mãos sem fim
 

Não me importa a lua
não me importam as estrelas
você para mim é a lua, as estrelas
você para mim é o sol, o céu
você para mim é tudo
tudo o que eu quero ter
Sem fim

4 comentários:

  1. Piu Bello! Grazie Mille!

    JOPOLINO

    (desculpe o meu italiano, eu aprendi assistindo as novelas TERRA NOSTRA (Giuliana e Matteo), REI DO GADO (Mezengas X Berdinazzis)e agora estou pós graduado na PASSIONE... CAPISCE?

    ResponderExcluir
  2. Di niente. L'ho fatto con piacere, carissimo.

    By the way, o Neri per Caso canta uma bagaça de Passione ou, como chamam os Cassetas, Pegazzione.
    Mas não sei qual, pq não vejo Pegazzione.

    ResponderExcluir
  3. Gerson Guelmann zs7 de dezembro de 2010 10:49

    Então tá. Vamos à guerra com todos os seus horrores, ou melhor, com todas as suas delícias, como dizia a velhinha a quem os soldados não queriam traçar. Essa música é linda, lembro do filme "O Vôo da Fênix". Não conhecia o duo dos Irmãos Brothers que você colocou aí, e para comparar mando outra versão, da Ornella Vanoni, aquela que não era de se jogar da cama e que se tivesse um H para seria parente do Ângelo:

    http://www.youtube.com/watch?v=c_AsqmVbfb8

    E mais, guria: do alçapão do baú, veja esta:

    http://www.youtube.com/watch?v=mEzH0FuL8qo

    Música maravilhosa, filme fantástico.

    Beijão e obrigado pela paciência.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso, merece post.
    Bjaum, GG e obrigada eu.

    ResponderExcluir

O que você acha?