terça-feira, 20 de abril de 2010

Blog de Roberto Prado. Ou: Como juntar-se a outros loucos e delirar como poucos

Então, fui até o Amplo Espectro do Roberto Prado, essa pessoa que tem, entre outras atribuições, a mais divertida de todas, que é ser cunhado de Don Luiz de Suelda Ortiga y Casset.

Em lá chegando tive prazeres e risos (o que pra mim é uma redundância) diante da loucura que esse indivíduo desenvolve com mais outros, igualmente insanos, escrevinhadores de alta qualidade.

Imagina você que eles empreitaram coisas banalíssimas como por exemplo traduzir O Corvo, do Pow! e As Flores do Mal, do Bode Lair. Todas as quatrocentas. Que eles reduziram a duas e lamba os dedos, what else?

Os caras são hilários, bons mesmo, a loucura é a tônica, bem do jeito que eu e o Diabo gostamos. Tipo, olha isto:


Poema de Arthur Rimbaud - livre adaptação de Marcos Prado e Sérgio Viralobos

no inverno, rosa, combinaremos
num vagãozinho com almofadas azuis
- um ninho só de cantos macios -
iremos e no bem estar estaremos

para não ver fecharás o olho
pela janela as caretas feias
essas mosntruosidades horrendas
negros demônios e negros lobos

e sentirás a face arranhada
um beijinho feito aranha desvairada
correrá pelo teu pescoço, minha cara

e dirás, "procure" inclinando a cabeça
todo o tempo do mundo à cata
desse bichinho que viaja depressa

Melhor você ir até lá e conferir, don't just take my word. Diversão garantida ou o seu dinheiro de volta. Desde que você pague alguma coisa, bem entendido.

Atualização: olha que coisa mais meiga:

e sentirás a face arranhada
um beijinho feito aranha desvairada
correrá pelo teu pescoço, minha cara

e dirás, "procure" inclinando a cabeça
todo o tempo do mundo à cata
desse bichinho que viaja depressa

 A quem interessar possa, adorei isso, quero muito isso!!!

14 comentários:

  1. San, cuidado! Assim você nos obriga a traduzir os 398 poemas restantes do Flores do Mal e nós, que já estamos sentados à beira do campinho bebendo as lágrimas com as mãos em feição de conchas, acabaremos indo para os municípios de Beleléu e Vinagre!Mas, que seja, você tem razão, vai ser divertido mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Grande Beco! Boas que venham, disse ela, já se sentando along with the guys, à beira do campinho, rindo muito.
    Entreguei seu recado ao Paulo Vitola. Ele disse: O Beco??? Aí riu muito também e te encheu de elogios. Gostou? Eu adorei :)

    ResponderExcluir
  3. Sr. Campo, digo Prado, bom que a San vos trouxe aqui... essa garota escavadoira...

    Tenho um parceiro, nos meus humildes cometimentos musicais, também chamado Prado, pena que ele não escreve letras.

    Como eu também não escrevo...

    Enfim, gostei do que vi, ou melhor, li! De amplo espectro.

    Obrigado, San!

    ResponderExcluir
  4. Pessoas de fino trato assim se curtem, loucos, poetas, bêbados e equilibristas. Muito legal. O Beco é bótimo, um verdadeiro achado para esta que vos tecla. Tô curtindão ele. Bom que você tb gostou, Louie.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado, Augusto, este humilde Bob Fields fica feliz de ser resgatado das profundezas. Se esse Prado seu amigo for Prado mesmo, deve ser legal, mas, em todo caso, OLHO NELE! Fui lá no seu blog e já contrabandeei imediatamente uma mercadoria para o Facebook. Quanto às letras, revire o Amplo Espectro e, se achar algo que preste, toque o F*d*-se, rereerr E não esqueça de me mandar em mp3.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado digo eu, Prado, e já que você me autoriza, fuçarei lá e com certeza encontrarei algo que contrabandear também. E seja o que for que dê, lhe apresento o resultado! Hehe. Se acharem bom, até publico.

    ResponderExcluir
  7. Nervosa também é rocknrolla!

    ResponderExcluir
  8. San:

    Eu é que sinto orgulho e felicidade em ser cunhado do Beco. Fiz até um poeminha, há tempos:

    eu, assim de lado,
    pareço
    um roberto prado

    Qui! Qui!

    ResponderExcluir
  9. Incrível que você de frente
    Parece bem diferente
    Isso é muito bom, eu diria
    Aos olhos de Vera Maria

    ResponderExcluir
  10. Muito bom te conhecer e ao seu espaço nervoso. Pela parte que me cabe, envio um abraço com meus grandes braços desajeitados.

    ResponderExcluir
  11. Dê uma olhada. É melhor do que nada.

    ResponderExcluir
  12. Oie, Thadeu
    desculpa que eu só vi seu comment hoje, não tinha voltado mais aqui, achei que não tinha novidades.
    Mas, hey! olha só que novidadona!
    Não sei bem quem é você, pois tenho um amigo Thadeu desajeitado (é você, Thadeuzinho?) mas agradeço o abraço e... onde devo ir olhar?

    ResponderExcluir
  13. Ai, que dãrde eu. Se você diz 'muito bom te conhecer', não pode ser meu amigo Thadeuzinho, né? Uia!

    Você é... THE Thadeu?

    ResponderExcluir
  14. Não sei se te conheço, mas que estou te curtindo de montão estou.

    ResponderExcluir

O que você acha?