quarta-feira, 16 de março de 2011

Pra ler antes que o mundo acabe

Doc Ciro, nosso gaúcho buenacho (acima, capitaneando a tchurma da facu de Direito, ah guri!), manda via mail uma reflexão sobre o trabalho da psiquiatra suíço-americana Dra. Elisabeth Kübler-Ross, famosa por seus estudos sobre a morte e a vida após a morte.

" (...) Na última parte de sua carreira, a Dra. Kübler-Ross dedicou sua pesquisa à verificação da suposta 'vida após a morte', e fez com sua equipe milhares de entrevistas, com doentes terminais e pessoas que relataram experiências próximas da morte.
Mas este novo interesse da especialista foi recebido com ceticismo pela maioria dos cientistas e médicos e, de certo modo, prejudicou sua reputação."

Bem interessante a história da doutora e o seu discutido livro, Sobre a Morte e o Morrer. Um must.
Eu vou querer dar uma fuçada nisso. Que, medo da morte, eu nunca tive. Mesmo quando era viva...

HUAHUAHUAHUÁ
(risada sardônico-fantasmagórica pra botar medo e arrepiar a nuca do leitor)

Aí, Doc Ciro manda esta frase, atribuída à Dra. Ross:
Viva de modo que, ao olhar pra trás,
nunca tenha de dizer:
"Deus, como eu desperdicei minha vida!"

E eu completo: Senão, você estará vivendo
dingualzinho a Nervosa! Ô diacho!

Curti  a doc. Bem cara de gente boa, não?
Ela falou outra coisa legal: As pessoas mais bonitas que encontramos são aquelas que conheceram a derrota, o sofrimento, a luta, a perda, e acharam seu caminho pra fora do poço.
Essas pessoas sabem valorizar as coisas, são sensíveis, tem uma compreensão da vida que as enche de compaixão, gentileza e carinho.
Pessoas assim a gente não  encontra a toda hora.

Caras! Essa doutora voltou dos mortos e me conheceu. Só pode.

2 comentários:

  1. TENHA UM ÓTIMO DIA.

    ABRÇS.
    BRUNO JP TEIXEIRA - O PORTUGA
    http://brunojpteixeira.blogspot.com/

    ResponderExcluir

O que você acha?